20 de dezembro de 2013

Projeto de alunos do PGD é apresentado na Câmara Municipal


Além da premiação do segundo lugar na Categoria Engenharia da Ficiências 2013, o projeto dos alunos Natália Capello, Guilherme Nogima e Luis Filipe Ponce ganhou também repercussão na mídia e muitos elogios durante apresentação na Câmara Municipal de Londrina.

O projeto de ELABORAÇÃO DE PRODUTOS PARA CONSTRUÇÃO CIVIL A PARTIR DO POLIESTIRENO REJEITADO PELA SOCIEDADE consiste, basicamente, na transformação de isopor derretido em paver (um tipo de piso construído à partir de peças molduradas em concreto). Como não há uma reciclagem efetiva desse material, o projeto representa uma excelente alternativa, garante o professor e coordenador do projeto, Junio César da Silva – “São necessários 6 Kg de poliestireno para cada metro quadrado”, explica.

Para mostrar a viabilidade dos pavers, os estudantes construíram uma praça no Colégio PGD, com piso, bancos e lixeiras feitos do material resultante do isopor descartado. “O conceito é simples, mas, muito funcional. Agrega o ganho ambiental por utilizar o poliestireno (que demora anos para se decompôr) e a preparação do solo para a melhor infiltração e percolação da água da chuva”.

Durante a apresentação na Câmara Municipal, os responsáveis pelo projeto enfatizaram as vantagens e as possibilidades dos pavers, abrindo uma possibilidade da ideia chegar também até outros níveis da administração pública. - “ A vantagem principal é o ganho ambiental, menos lixo, mais qualidade das águas. Depois o ganho financeiro com a geração de renda e empregos. E, por fim, o social, já que uma cidade mais limpa é também mais sadia e bonita”, defende Junio.

O grupo que ganhou destaque na FICIENCIAS (Feira Internacional de Inovação em Ciências e Engenharia) também pretende exportar esse conhecimento. A máquina de fabricação dos pavers será doada para o Colégio Hugo Simas, que oferece curso de Técnico em Meio Ambiente. Os alunos da instituição pública receberão também o treinamento para produzirem o calçamento da escola.





0 comentários:

Postar um comentário